Friday, June 23, 2006

Festas na creche Grão de Mostarda

Festa na creche anima crianças e idosos

Eles enfeitam a creche para o São João com as cores do Brasil
Luciano Camacam

Foi um dia de muita alegria para crianças e idosos da creche Grão de Mostarda, afinal de contas era o último dia das aulas antes do são João. Todos se divertiam ao ritmo contagiante do forró. Crianças, idosos e até os próprios professoras não resistiram e caíram na dança, regada a brincadeiras infantis e muita comida típica.
A creche está toda ornamentada com bandeirolas do Brasil devido ao São João ser na mesma época da copa do mundo. Nas salas de aula crianças apredem mais sobre a importância do futebol brasileiro, enfeitando-as de verde e amarelo com recortes de jornal e fotografias dos jogadores brasileiros.


Não bastou a construção de um complexo policial nas imediações da creche para que o problema do asfaltamento na rua fosse solucionado. O engraçado é que a 20 metros da instituição fica localizada uma praça, que foi reformada pela prefeitura a poucos anos, com área de lazer, campo de futebol e jardins. Enquanto a rua principal da creche fica no abandono, a situação se agrava quando chega o período das chuvas. Os pais das crianças têm que se submeterem a longas possas de água para poderem pegar seus filhos na creche. “Será que a prefeitura não tem condições de passar uma camada mínima de asfalto nessa rua para melhorar nossa situação?” Reclama uma das mães dos alunos. A prefeitura alega que a obra não se iniciou devido a construção de um loteamento nas proximidades. E com isso caçambas estão passando a todo o momento no local, o que danifica o asfalto colocado, mas promete que após a conclusão da obra o serviço será refeito.

Logo nos fundos da instituição encontra-se uma pequena horta com plantações de algumas hortaliças, cidreira, pimenta e outros. Esse pequeno espaço reservado para a horta é o cantinho especial da creche. “Sempre tiramos pimenta e algumas hortaliças para nossas cozinheiras, mas não tem nada haver com a manutenção da creche” explica seu Elcio, um dos responsáveis pela hortinha. Ele se diz muito animado em poder ajudar as pessoas que procuram ervas para combater algumas doenças. “As pessoas buscam cidreira, mate, e sempre quando posso ajudo” fala com muito entusiasmo.
O período das chuvas deixou a horta completamente alagada e impossibilitada de qualquer colheita, mas o trabalho de recuperação já está sendo feito e seu Élson promete que daqui alguns dias, coentro, hortelã, ervas e pimentas voltará a ser plantado.



Com o tempo instável, muitas crianças da Grão de Mostarda ficaram doentes. Muitas estavam faltando as aulas devido a forte gripe que atacou meninos e meninas da instituição. A situação se agrava porque grande parte das crianças mora em áreas de situação precária, sem tratamento de esgotos e com as casas muitas vezes com problemas de infiltração.

Wednesday, June 21, 2006

Entrevista com o srº Elson Machado da Silva

Aos 53 anos Elson Machado da Silva e mais um voluntario da Cheche Grão de Mostarda, trabalha como marceneiro num local que fica nos fundos.Casado e pai de três filhos adolecentes fala da sua satisfação em prestar esse serviço

Obstáculo só conseguimos vê-lo quando voê desvia o seu olhar para um bom objetivo.

Jornal Laboratorio -O que o senhor faz aqui na ong?

Elson Machado -Eu recupero os moveis que sao doados para a ong e depois distribuo a comunidade

JL-A quanto tempo faz esse trabalho?

EM-Presto serviço voluntario a 1 anos

JL-Qual a satisfação em prestar esse trabalho voluntario?

EM-Trocar de favores. A creche sede o espaço sem cobrar aluguel ( a marcenaria fica no fundo da creche) sao varios fatores, gosto de lidar com crianças pois leciono a quase 20 anos.

JL- E o senhor também que cuida da horta?

EM-Nao sou eu. Eu mais porque estou a mais tempo me dedicando cada um tem sua parte para colaborar. Existem plantas medicinais que os vizinhos vem pegar sem nada a cobra. Pimenta e coentro também.

JL-Tivemos a festa de sao joão o senhor participou?

EM-Nao estava presente. Realmente fiquei muito sentido

JL-Qual a sua pespectiva diante da atual situação da creche?

EM-Mantem-se sempre renovando.O objetivo esta sendo mantido, a procura esta sendo intensa mas sempre falta algunha coisa, estamos trabalhando dentro da meta, nos recebemos sempre elogios, temos contatos com orgão do governo, não temos muitas recamações pos fazemos o melhor de nos .

JL-Ja aconteceu algo de supreendente?

EM-Por ficar numa aréa afastada não presenciou muitos momentos relacionados ao dia a dia das crianças.

JL-Tem parentes que estudam na creche ?

EM-Não. So sobrinhos emprestados.

JL-A rua nao esta pavimentada ja houve reclamações?

EM-Eles nos atendem, mas demoram um pouco. O asfalto ja foi solicitado dizem que não foi atendidos devido a pavimentação de um loteamento que fica ao fudo da cheche.

JL-Existem parceiros fortes? Tipo políticos?

EM-Existem o dono de uma loja de matériais de construção no proprio bairro que ajuda. Não ha politicos envolvidos. Ha até uma resistência nossa diante disso.

JL-De que o senhor sobrevive?

EM-Eu leciono. Pela manha estou na cheche, ensino português, geografia e história participo as domingos do alcoolicos anonimos.

Wednesday, April 26, 2006

ONG GRÃO DE MOSTARDA DESEJA A TODOS UMA ÓTIMA PÁSCOA


foto (http://www.sorria.com.br)


Páscoa é...

Páscoa é ressurreição.

Ressurreição é :

Reflexão...

Mudança...

Recomeçar...

Páscoa é transformar...

Transformar uma vida, antes sem esperança nem alegria, em uma vida cheia de esperança na busca da realização dos nossos sonhos.

É preciso recomeçar de novo, e novamente e quantas vezes for necessário, para que todos os nossos sonhos sejam transformados em realidade.

Feliz Páscoa !

Renata Alessandra Frederico

Friday, April 21, 2006

SUGESTÃO DE PAUTA

Todos os anos, no segundo domingo do mês de maio, ocorre a tradicional homenagem às mães. Esse dia tem um significado muito importante para toda a família, principalmente para todas as mães

Verificar junto à instituição se existe algum evento programado para essa data. Caso negativo informar o poquê.

Procurar informações sobre possíveis expectativas dos beneficiados da ong quanto à data.

REGISTRO DA ONG GRÃO DE MOSTARDA




CMASS
conselho Monicipal de Assistência Social de Salvador
Bahia - Brasil
ATESTADO DE FUNCIONAMENTO
Atesto para os devidos fins que a Associação Civil e Creche Grão de Mostarda registrada neste conselho sob o nº. 76 com sede á Rua Dr. Almeida Ribeiro casa 01, bairro de Periperi-Estado da Bahia, escrita no CNPJ nº. 13 839. 196/1-54 está em pleno e regular funcionamento desde 29 de julho de 1984, cumprindo suas finalidades estatutárias.
PRESIDENTE Risolênta reis do Espirito santo
VICE PRESIDENTE Antônio José da silva
TESOUREIRO Antonio Pio Santos
Atesto, que a referida entidade, conforme estátulo apresentado, não renumera os membros de sua Diretoria pelo exercício especiico de suas funções, sob nenhuma forma, destinado a totalidade das rendas apuradas ao atendimento gratuito de suas finalidades.
Salvador, 27 de setembro de 2004
Antônio Brito
Presidente

DORMITÓRIO DA CRECHE GRÃO DE MOSTARDA

As paredes dos quartos da creche são enfeitadas com letras do alfabeto


DORMITÓRIO ESPECIAL

Para demonstrar todo seu carinho pelas crianças, cada sala possui uma identidade, ou seja, cada uma possui uma letra do alfabeto que vai da letra A à letra E, tendo assim um significado, A de amor, B de bondade, C de carinho, D de doação, E de esperança. Essas pequenas palavras possuem um grande significado, pois é o incentivo diário para que não desistam desse grande e honroso projeto.

PEÇAS DE ARTESANATOS FEITAS PELO GRUPO CONVIVER MARIA VÓ 2003


As mulheres se reúne duas veses por semana para fazer artesanato

TALENTO DE VÓ

Essas são algumas das peças de artesanatos feita pelas senhora do grupo Conviver Maria Vó 2003. Elas se reúne durante a semana para confeccionar as peças, que além de enfeitar os quartos da creche servem também para aumentar a renda da Grão de Mostarda.

003

O PESSOAL DA TERCEIRA IDADE TAMBÉM TEM SEU LUGAR


Festa do Grupo Conviver Maria 2003 da Creche Gão de Mostarda

HISTÓRIA DO GRUPO CONVIVER VÓ MARIA 2003

Aqui elas também têm seu espaço, onde realizam reuniões duas vezes por semana nas quarta e quintas-feiras, para fazer trabalhos de artesanatos, corte e costura e crochê. O grupo recebeu esse nome em homenagem á mãe da Sra. Roselêta que se chamava Maria e tinha os mesmo sonhos da Filha. Nas paredes da sala onde elas se reúnem, contem o nome de cada uma em forma de coração para demonstrar o quanto são bem vindas na instituição. Durante uma conversa descontraída com as idosas, elas se sentiram á vontade para contar suas história e a importância do grupo em suas vidas Sra. Maria de 75 anos é a mais nova integrante e diz: " Entrei para o grupo porque me sentia muito só durante o dia, aqui eu me divirto, conheço novas pessoas"

MOMENTO RECREATIVO DAS CRIANÇAS DA CRECHE GRÃO DE MOSTARDA

A creche abriga mais de 40 crianças carentes.


PARQUINHO

Esse é o lugar mais desejado, no fundo da creche existe um espaço onde se encontram plantas alguns brinquedos para a diversão de meninas e meninos que ficam ansiosos pela chegada do recreio.

Monday, April 10, 2006

Como a associação tem se mantido, perante tantas adversidades e dificuldades por ela enfrentadas?

* A creche tem uma ajuda mensal da Prefeitura Municipal em média de R$ 1.400 ( um mil e quatrocentos reais), que sempre chega com atraso de até três meses, e não cobre nem a metade dos gastos que são necessários para a alimentação, material de higiene e limpeza, material escolar e outros. Todos esses problemas dificultam o trabalho da equipe, que sempre conta com a boa vontade da comunidade, através de doações de gênero alimentícios, brinquedos e móveis usados. Todas as atividades são desenvolvidas com o apoio da comunidade e de profissionais que oferecem seus serviços voluntariamente.
Quais os principais colaboradores e pessoas (física / jurídica) que ajudam a manter o objetivo cidadão?

* A instituição é mantida basicamente com doações da comunidade e com o suporte dos funcionários e voluntários, que fazem um verdadeiro trabalho em equipe, composto por professores, cozinheiras e merendeiras. Muitos desses voluntários fazem trabalhos temporários, ajudando da maneira que podem, seja com doações de alimentos ou com prestações de serviços.

FACHADA DA ONG GRÃO DE MOSTARDA

Frente da creche grão de mostarda. Rua Dr. Almeida Ribeiro casa 01 bairro Periperi.


HISTÓRIA DA ONG

Há vinte e dois anos, em um cantinho do bairro Periperi, nasceu a Creche Grão de Mostarda fundada em 29 de julho de 1984, pela Sra. Risolênta mais um grupo de casais da Igreja Católica do bairro que, percebendo a necessidade de algumas mães que trabalhavam o dia todo e não tinham onde deixar os seus filhos. A entidade leva esse nome porque o "grão" quando pautado, cresce e dá frutos, a creche foi plantada e dessa plantação surgiu os frutos, que são as crianças, a creche abriga filhos de dependentes químicos, domesticas, ex-detentos e pedreiros formando um número de 100 (cem) crianças, entre dois (2) a seis (6) anos que chegam por volta de 07h30minh da manhã permanecendo até o final da tarde.

LOCALIZAÇÃO

Localizada á Rua Dr. Almeida Ribeiro casa 01, bairro de Periperi, uma rua de terra batida sem calçamento.

Grão de Mostarda "Reflexão"

FOTO (Google)



PEQUENOS JESTOS

"A mais longa caminhada só é possível passo a passo. O mais belo livro do mundo foi escrito letra por letra.Os milênios se sucedem, segundo a segundo. As mais violentas cachoeiras se formam de pequenas fontes. A imponência do pinheiro e a beleza do ipê começaram ambas na simplicidade das sementes. Não fosse a gota e não haveria chuvas. O mais singelo ninho se fez de pequenos gravetos e a mais bela construção não se teria efetuado senão a partir do primeiro tijolo. As imensas dunas se compõem de minúsculos grãos de areia. Ninguém pode mudar o mundo, mas podemos mudar uma pequena parcela dele: esta parcela que chamamos de "Eu". Não é fácil nem rápido. Mas vale a pena tentar! "

Fábio Azamor